Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...

Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...
NÃO CUSTA NADA... E FAZ UMA 'GIOCONDA' FELIZ!

TRADUZA AS FLORES...


Me Sigam as Boas Flores...

12 de fev de 2012

MEU CHORO... (Meu Poema em Homenagem a Whitney Houston)


'Todos irão lembrar de Whitney Houston por “I will always love you”.
Para o mundo dos esportes, principalmente dos USA, ela será lembrada como a melhor intérprete de todos os tempos, quando em 1991 interpretou magistralmente o Hino Nacional Americano num Superbowl. THE BEST.'


Estou muito triste, pois admirava muitíssimo a grande cantora, que foi Whitney Houston, as magníficas canções interpretadas na sua potente e maviosa voz... algumas poucas vezes desafinada por 'obra' da sua 'infeliz' dependência química.

Partiu a magnífica e premiadíssima artista. Partiu precocemente aos 48 anos, afogada na banheira que seria usada como terapia para o seu relaxamento antes dum grande espetáculo, e que Whitney seria uma das principais Estrelas que brilharia no mega evento... mas a estrela se apagou adormecida para sempre na àgua relaxante, com a 'ajuda' dum outro relaxante (Xanax) que algumas outras mortes célebres tem 'ajudado a acontecer'... por Ex. o motorista que dirigia o carro em que seguia a princesa Diana de Gales provocando a sua morte e do namorado multimilionáro... estava tomando Xanax...
Toda e qualquer dependência é nefasta para a saúde e vida dum cidadão e arruína famílias inteiras...

Partiu a grande DIVA para poder descansar a sua atribulada vida e cantar os 'Cânticos dos Deuses' no Paraíso do Eden.

Vai em PAZ Whitney Houston, que Deus te dê a Paz, que na terra não conseguiste e o meu Poema "MEU CHORO" é uma forma de expressar a minha tristeza pela tua partida tão precoce, quando tentavas ficar de "Bem com a Vida"...
Anna D'Castro


MEU CHORO...

Choro. Por quê?
– Choro!
Lágrimas de dor
rolando pelo amor
que se foi.
Choro. Por quê?
– Choro!
Como coisa esquecida
e que não presta.
Choro. Por quê?
– Choro!
Como folha caída
espezinhada e varrida,
no outono da vida.
Choro. Por quê?
– Choro!
Porque nada mais me resta.

By@
Anna D’Castro
In “AQUELA VOZ”


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Um comentário:

Leila Nobre disse...

Uma grande voz que se calou, mas sua obra ficará para sempre!

Achei hilária a imagem da Monaliza huahuahuahah

Amei sua visita, fiquei muito feliz mesmo, Anna!

Um forte abraço
Seu blog é maravilhoso, parabéns!

Barra Lateral no seu Site Para Compartilhar as Redes Sociais








Sempre Viva... Flor Selvagem!

ARTE E BELEZA É COMO FLORES BAILANDO

Beijos floridos...