Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...

Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...
NÃO CUSTA NADA... E FAZ UMA 'GIOCONDA' FELIZ!

TRADUZA AS FLORES...


Me Sigam as Boas Flores...

31 de out de 2011

AS SEM RAZÕES DO AMOR





Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no elipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

By@
Carlos Drummond de Andrade

HOJE É DIA 'D' de DRUMMOND


Itabira do Mato Dentro [Itabira] MG
1902/10/31 - 1987/08/17

2 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo este poema de Carlos Drummond de Andrade.
O amor não se explica...apenas se sente.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Daniele disse...

Minha dileta Anna, Drummond é o máximo e vc, soube traduzir isso muito bem no poema que publicou.
Beijos,
Dani

Barra Lateral no seu Site Para Compartilhar as Redes Sociais








Sempre Viva... Flor Selvagem!

ARTE E BELEZA É COMO FLORES BAILANDO

Beijos floridos...