Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...

Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...
NÃO CUSTA NADA... E FAZ UMA 'GIOCONDA' FELIZ!

TRADUZA AS FLORES...


Me Sigam as Boas Flores...

30 de mai de 2010

TER UM AMIGO...






Ter um Amigo
É ter o bem mais precioso
que se possa desejar.

Ter um Amigo
É ter Alguém que ao nosso lado
nunca tem pressa em nos deixar.

Ter um Amigo
É ter Alguém que nos dá sua mão,
Quando dela necessitamos,
e ao nosso lado chora,
quando nós choramos.

Ter um Amigo,
É ter Alguém que conosco é feliz,
nas horas felizes,
e conosco sofre,
nas adversidades.

Ter um Amigo,
É ter Alguém que em nós sempre pensa,
mesmo que adormeça.

Ser Amigo de Alguém,
também é maravilhoso,
poder compartilhar toda a nossa vida,
dar ajuda e Amor à pessoa querida,
para que ela se sinta bem com a Vida.

Ser Amigo de Alguém,
não é apenas dizer:
- "Eu sou teu amigo!"
Mas é tembém dar-lhe "abrigo"
se pressente que ele está em perigo.

Ser Amigo de Alguém,
é sacrificar uma hora de alegria,
nada pedindo em demasia.

Se queres ser um verdadeiro
Amigo de Alguém,
dá-te todo ao teu Amigo
e nada esperes de volta,
consagra-te de tal maneira,
que a tua amizade
seja como uma flor:

- Cultivada,
perdura pela vida inteira

-Sincera,
valha tanto ou mais que o Amor!...

By@
Anna D'Castro
do livro AQUELA VOZ

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

24 de mai de 2010

AMIZADE... AMOR... DEDICAÇÃO... SAUDADE...



SAUDADE QUE DÓI!!!

Anoiteceu...
Se apagaram as luzes no chão da terra.
Espremidas entre a tarde e a noite
as garças e as cotovias
bailam gorjeios na beira do lago
saudando as toutinegras e as corujas
que vêm como quem tem sede
se refletir no espelho da madrugada...

Na quietude do meu quarto
quero esquecer a dor da saudade
que se espreme dentro do peito
tento adormecer o meu pranto
segurar essa dor que não tem jeito
recordar momentos de acalanto...

Mas... no silêncio quieto do meu quarto
a dor é intensa e o momento é atro...
Tua luz se apagou
e o vazio ficou...
partiste dos meus braços
açoitada pelo vento frio
como frágil folha de outono
rodopiando em desvario.

By@
Anna D’Castro
(D.A. reservados)
dedicado à minha amada Nancy que partiu da minha vida no dia 8/5/2010,
após quase 16 anos de muita dedicação e amor)


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

CRUZAMENTOS



Procuro no escuro
Um desejo que não vejo.
Olhando através do lusco-fusco
Não vislumbro o que busco.

E a vida é tão curta
Que mais não encurta
A alma que é longa
E em calma se alonga
De vazios que vagam
E vagueiam instantes
De fugazes amantes
Nos infinitos perdidos
Com fugas gritantes
Ecoando abismos
De ecos macios
Que cruzam os trilhos dos rios
Refrescando anseios
De bocas sedentas de seios
Jogando migalhas de beijos
Cruzando os corpos tão cheios
Do pão dos desejos
De pedaços de Amor...




By@
Anna D'Castro
D.A.reservados

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

22 de mai de 2010

APOLO
























Teu colo
é meu consolo
onde me recolho
me rendo
e me prendo
me aconchego
e me espraio
na praia do teu corpo
que me afaga
me inquieta
me alaga
e me aquieta
até encontrar
meu espaço!

By@
Anna D’Castro
D.A.reservados

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Barra Lateral no seu Site Para Compartilhar as Redes Sociais








Sempre Viva... Flor Selvagem!

ARTE E BELEZA É COMO FLORES BAILANDO

Beijos floridos...