Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...

Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...
NÃO CUSTA NADA... E FAZ UMA 'GIOCONDA' FELIZ!

TRADUZA AS FLORES...


Me Sigam as Boas Flores...

5 de mar de 2012

A DOR DA SAUDADE




Num oceano imenso de distantes e dolorosas lembranças
A dor da saudade me fustiga como chuva torrencial
Inundando minha alma dolorida de vãs esperanças
Despedaçando o coração contra o agreste vendaval.

O pensamento vai carregando nuvens negras
Cobrindo a terra e o céu, de passageira ilusão
Destruindo uma réstia de luz de encontro às pedras
Afundando barcos de amor que derivam na solidão.

A dor da saudade entrega a vítima à própria sorte
Deixa que se afunde na lava dum extinto vulcão
Embarga os olhos para que perca o seu norte
Fustiga agressiva como chuva gelada em pleno verão.

Dói-me a saudade... dói-me o desespero... dói-me a vida...
Dói-me a angústia dos momentos que não pude viver...
Minha boca grita o silêncio duma alma dolorida
Meus olhos pingam lágrimas de sangue... de tanto sofrer.

E mesmo ferida de morte quero doar amor e altruísmo
Apesar desta funesta desdita... corroída por longo sofrimento
Procuro encontrar nas entrelinhas do meu lirismo
Conforto para momentos angustiosos de dor e desalento...


By@
Anna D’Castro

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Barra Lateral no seu Site Para Compartilhar as Redes Sociais








Sempre Viva... Flor Selvagem!

ARTE E BELEZA É COMO FLORES BAILANDO

Beijos floridos...