Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...

Ei AMIGO! VOCÊ AÍ... QUE VISITA AQUI ... DEIXE O SEU COMENTÁRIO POR AQUI...
NÃO CUSTA NADA... E FAZ UMA 'GIOCONDA' FELIZ!

TRADUZA AS FLORES...


Me Sigam as Boas Flores...

20 de jul de 2015

DESENCONTROS

DESENCONTROS...


Percorro esta vida armadilhada... já cansada!
Tento-me desviar de cada pedra arremessada...
E sigo de cabeça erguida por uma estrada esquecida...
Traço um caminho entre o medo da escuridão e a vida
Avistando no infinito... uma saudade branca e dolorida!

Meus pés escalam areias movediças...
Calcam penhascos e escoam-se em odores...
Meus lábios se umedecem em suores
Vagando nos meus olhos perdidos na fantasia
Bebendo sôfregos os ares da maresia...

Ao longe num ponto da paisagem
Adivinho um poço de trevas que me habita o ego...
A lágrima que me cutuca a ferida
Cheira a solidão dum fado triste e magoado
Quando acaricia uma tristeza perdida...

Perco-me nas entrelinhas do mundo...
Desencontro-me nas estradas da esperança
E no meu peito cravam-se os punhais do tempo
As lanças afiadas do passado magoado...
E os testemunhos da solidão sem o embalo dum triste fado...

By@
Anna D’Castro


Creative Commons License

 Todos Direitos Reservados
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


Barra Lateral no seu Site Para Compartilhar as Redes Sociais








Sempre Viva... Flor Selvagem!

ARTE E BELEZA É COMO FLORES BAILANDO

Beijos floridos...